Escolha uma Página

Sim! Chegou o momento tão aguardado! Estreia hoje, dia 11 de fevereiro, Deadpool! \o/

Desde esta primeira imagem de divulgação abaixo, postada por Ryan Reynolds no seu twitter particular no ano passado, a publicidade do longa não cansou de nos bombardear com conteúdos excelentes.

"Com grandes poderes, vêm grandes irresponsabilidades".

O personagem Deadpool

Com passado nebuloso, relação abusiva com o pai na infância, delinquência na adolescência e a descoberta de um câncer, Wade Wilson se apresenta ao projeto Arma X – onde consegue o fator de cura do Wolverine (que também integrava o programa) e super força. Mais tarde, é amaldiçoado com a imortalidade por Thanos. E ainda é habilidoso com a maioria das armas e com espadas.

Sarcástico e insano, o Mercenário Tagarela já passou por episódios bastante inesperados: enfrentou zumbis de cada presidente americano morto, “foi condenado” a ter o rosto do Tom Cruise momentaneamente, encontrou diferentes versões dele mesmo (inclusive na forma de um cachorro), tem um caso mal resolvido com a Morte, matou vários personagens literários (Moby Dick, por exemplo), o Universo Marvel inteiro e, também, seus criadores.

Claramente, saído das HQ’s, havia o risco de ser usado o cliché para esse personagem. Mas não foi o que aconteceu.

 

O marketing digital de Deadpool “bombou”!

Alinhada à personalidade do mercenário, a campanha para o filme pode ser classificada como excêntrica, fantástica e – certamente – atual!

O marketing conseguiu que o anti-herói, não tão conhecido anteriormente, ganhasse um enorme buzz usando de memes e referências. Alcançou o viral. E melhor: fãs, depois de perceberem a iniciativa, passaram a produzir conteúdo relativo ao filme também – conhecido como UGC (User Generated Content), o que é muito positivo e traz um engajamento fantástico, já que os usuários costumam gostar quando veem marcas compartilhando conteúdo gerado por eles.

Deadpool se fez presente nas redes sociais em todo instante (o anúncio do filme, relembrando, foi por meio de um tweet do ator). Além de adequar sua comunicação para cada país, abusou de sátiras de outras produções, das datas comemorativas, dos eventos e da “cultura da zoeira”. Provavelmente você curtiu quando Deadpool…

 

…se tornou comédia romântica:

"Em 32 dias, vamos nos abraçar como coalas do inferno".

.

.

…mostrou amor às mães:

#Deadpool always delivers. Even on Mother’s Day.

A photo posted by @deadpoolmovie on

"Deadpool sempre entrega. Mesmo no Dia das Mães."

.

…fez campanha para a Comic Con:

.

...brincou com alguns outros títulos:
 Deadpool brinca com Jogos Vorazes
 Jogos Vorazes: A Esperança - O Final

.

 

Less than 127 hours to go until #Deadpool! Link in bio.

A photo posted by @deadpoolmovie on


127 horas
.

…parabenizou São Paulo:

.

…foi curtido e abençoado por Mc Bin Laden:

.

e…

.

É aconselhável usar sempre memes para as marcas nas redes sociais?

A ideia de usar uma linguagem comum nas redes sociais, a “zoeira” e os memes, foi excelente e muito bem executada durante a campanha. Espetacular. Isso, porém, não deve ser utilizado em todos os casos.

Entenda: a estratégia de conteúdo – que abrange tom de voz, linguagem, temas, canais, entre outras definições – visa alcançar mais do que likes, comentários e compartilhamentos, e sim resultados reais para a marca. Por isso, deve ser pensada de acordo com o público desejado e com o posicionamento da empresa.

Como feito para o filme do herói: seu público é jovem, ativo nas redes sociais e adepto da linguagem “sem limites”. É claro que ia dar match!
Deadpool no Tinder

 

Shares
Share This